segunda-feira, 25 de outubro de 2010




A vida me ensinou...
A dizer adeus às pessoas que amo,
Sem tira-las do meu coração;

Sorrir às pessoas que não gostam de mim,
Para mostra-las que sou diferente do que elas pensam;

Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade,
Para que eu possa acreditar que tudo vai mudar;

Calar-me para ouvir;
Aprender com meus erros .
Afinal eu posso ser sempre melhor.

A lutar contra as injustiças;
Sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo,

A ser forte quando os que amo estão com problemas;
Ser carinhosa com todos que precisam do meu carinho;
Ouvir a todos que só precisam desabafar;

Amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósito de suas frustrações e desafetos;
Perdoar incondicionalmente,
Pois já precisei desse perdão;
Amar incondicionalmente,
Pois também preciso desse amor;

A alegrar a quem precisa;
A pedir perdão;
A sonhar acordado;
A acordar para a realidade (sempre que fosse necessário);
A aproveitar cada instante de felicidade;

A chorar de saudade sem vergonha de demonstrar;
Me ensinou a ter olhos para "ver e ouvir estrelas", embora nem sempre consiga entendê-las;
A ver o encanto do pôr-do-sol;

A sentir a dor do adeus e do que se acaba, sempre lutando para preservar tudo o que é importante para a felicidade do meu ser;

A abrir minhas janelas para o amor;
A não temer o futuro;

Me ensinou e esta me ensinando a aproveitar o presente, como um presente que da vida recebi, e usá-lo como um diamante que eu mesma tenha que lapidar, lhe dando forma da maneira que eu escolher.


Charles Chaplin

4 comentários:

Jota Effe Esse disse...

Se Chaplin disse, tá dito, ele sabia das coisas. Meu abraço.

Argonauta021 disse...

Palavras que tem sua própria emoção, em frases se tornam sentimento e canção, no coração de as sente, há o bater de um trovão, o vento sereno do fim da tarde. As palavras reunidas com sensações verdadeiras são uma das mais belas expressões do amor.Charles Chaplin também conseguiu essa façanha.

foi bom ler, sua postagem veio em boa hora.

Brasigrega disse...

Gosto muito deste texto...É muito difícil "aprender" tudo isto, mas quem conseguir, será a pessoa mais feliz deste mundo!

bjussss

Anônimo disse...

Ah! quem inventou o Amor? Vou chutar, Deus e sua criação maior: a Mulher. É dela que vem o amor e todas as coisas boas que aprendemos, e se erramos se viva ou elevada, lá está ela. Que bom quem sabe reconhecer e retribuir o que ela nos dá, que nos consola e tem além da experiência, a carne que se fez carne em nós. Pelo Amor a esse mundão de gente, principalmente as mulheres que passaram e passarão por esse mundo, possam nos abrigar de novo em seu ventre, nos consolar e dar-nos cantigos e sonhos de um amanhã melhor. Armando Andrade