quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Círio de Nazaré


A festa de Círio de Nazaré, realizada em Belém do Pará no segundo domingo de outubro é a maior procissão católica do mundo.
O Termo “Círio” tem origem na palavra latina “Cereus”, que significa vela grande. A princípio a procissão, era noturna, por isso era necessário o uso de velas. No ano de 1854, passou a ser realizada de manhã.

Atualmente as manifestações de devoção profanas e religiosas estendem-se por quinze dias, durante a chamada quadra Nazarena. Entre os pontos altos dessa manifestação, destacam-se:

• Romaria Rodo-Fluvial
Marca o percurso da imagem de Nossa Senhora de Nazaré, da Basílica de Nazaré, pelas ruas da cidade, até a igreja matriz, no município de Ananindeua, em Belém. Percurso este, feito em
carro aberto, onde Nossa Senhora recebe inúmeras homenagens. A imagem da Santa, passa a noite neste município, onde o povo fica durante toda à noite em vigília. Essa Romaria acontece de sexta para sábado, que antecede o domingo do círio.

• Romaria Rodoviária
Depois de uma noite em Ananindeua, e uma missa pela manhã, a imagem parte de madrugada em mais uma procissão, agora em uma nova direção, a Vila de Icoaraci, distrito de Belém. Mesmo sendo de madrugada, os fiéis aguardam a passagem da Santa, rendendo-lhe inúmeras homenagens. A procissão é acompanhada pelos carros da diretoria do círio, carros de polícia, bombeiros, ambulâncias, carros oficiais e civis. Daí a origem do nome da romaria.

• Romaria Fluvial
Nesta romaria, a imagem da Santa é levada de barco, completamente enfeitado, pela Baia do Guajará, que cerca a cidade de Belém. É seguida por inúmeros outros, enfeitados de acordo com as condições do próprio dono. Aqui se vêem barcos, iates e simples canoas de ribeirinhos que seguem a procissão. O percurso Icoaraci-Belém pode levar até 5 hora. Ao chegar no cais do porto da cidade, é recebida por uma multidão e outras homenagens se seguem. A romaria foi introduzida em 1985, como uma forma de homenagear a todos os que vivem e dependem dos rios da região.

• Moto-Romaria
Por volta das 11 horas da manhã de sábado, a imagem da Santa chega ao cais de Belém, dali a imagem segue em carro aberto, agora seguida por motoqueiros que buzinam incessantemente, anunciando a passagem da Santa.

• Trasladação
A trasladação da imagem ocorre uma noite antes do Círio, em uma procissão à luz de velas. Simbólicamente visa recordar a lenda do descobrimento da imagem e o retorno ao local de seu primeiro achado. Nesta cerimônia somente a Berlinda (carro onde é levada a imagem de Nossa Senhora) é utilizada, num trajeto em sentido inverso ao do Círio.

• Procissão do Círio
Atualmente reúne centenas de milhares de fiéis, em um cortejo de cerca de quatro horas de duração, percorrendo uma distância de cerca de cinco quilômetros entre a Catedral Metropolitana e a Basílica de Nazaré. Esta celebração é divivida em três momentos: o Círio própriamente dito evento é iniciado às seis horas da manhã com a celebração de uma missa, após a qual os fiéis se postam nas ruas ao longo do trajeto. Às sete horas, o Arcebispo conduz a imagem de Nossa Senhora até a Berlinda, para dar início ao Círio. Em torno das onze horas, a imagem chega à Basílica de Nazaré, sendo retirada da Berlinda para a celebração litúrgica.

• Recírio
Duas semanas após o Círio, acontece o Recírio, uma procissão de despedida.

Texto e Foto:

http://www.rosanevolpatto.trd.br/cirionazare.htm

http://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%ADrio_de_nazar%C3%A9


8 comentários:

Odele Souza disse...

Essa festa religiosa é mesmo muito bonita. Uma grande demonstração da fé das pessoas.

Bom fim de semana Bete.

Sonia H. disse...

Nossa, Bete,

Deve ser uma festa linda de se ver!

Bom Domingo!

Zany disse...

Bete, muito bom o texto com algumas informações que eu desconhecia, Que o seu domingo do Círio tenha transcorrido em clima de paz e harmonia familiar.E que a Virgem de Nazré proteja sempre o seu lar. Bjs!!

zany disse...

Ah! Bete ainda não repassei a corrente com os nomes dos blogueiros, pois ainda não aprendi a lidar com os links. Como faz? Bjs!!

moca-do-sonho disse...

Bete, muito obrigada pela visita, seja sempre bem-vinda!!!

Beijos

Andréa Motta disse...

Oi, Bete! Vim agradecer sua visita! Ficou muito interessante esse seu texto sobre o Círio de Nazaré. No ano passado, eu pedi a um leitor do blog, morador de Belém do Pará, que escrevesse sobre isso; ficou um texto muito bonito e emocionante. Boa semana!

Adelino disse...

Bete, em 1969 eu tive a oportunidade de assistir a essses festejos em Belém, PA, onde morei por dois anos. Segundo me disseram o Círio de Nazaré é mais festejado do que o próprio Natal naquela região. É mesmo uma festa muito bonita.
Um beijo.

Georgia disse...

Você acredita que essa festa passou num documentário aqui no domingo passado? Menina, nunca vi tanta gente.

Estou vindo aqui te convidar para um assunto bem interessante. Quem sabe você também vai aderir. Passa lá no meu blog para saber mais. Acredito que você tenha muita coisa para contar.

Obrigada